Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2012

Entenda o perfil da homofobia no Brasil

Imagem
Homens, gays, negros, entre 15 e 29 anos, agredidos dentro de casa por familiares e vizinhos. Esse é o perfil da maioria das vítimas de homofobia no país. Por dia são feitas 19 denúncias de violência motivadas por homofobia, segundo relatório da Secretaria Nacional de Direitos Humanos da Presidência. É primeira vez que o governo divulga dados oficiais sobre o tema. O estudo usou dados coletados em 2011 pelo Disque 100, que recebe e verifica relatos de violações dos direitos humanos, somados a registros da ouvidoria do SUS, da Secretaria de Políticas para Mulheres e do Conselho Nacional de Combate à Discriminação. Ao todo, foram registradas 6.809 denúncias. Em 62% dos casos o suspeito era conhecido da vítima -familiares e vizinhos respondiam por mais da metade das agressões. Os registros de violência supostamente cometida por desconhecidos foi de cerca de um terço do total. Em 9% dos casos, o suspeito não teve a identidade informada. Grande parte das agressões ocorreu na casa da vítima (42…

Relatório da SDH sobre violência homofóbica em 2011

Imagem
O Governo Federal, lança pela primeira vez dados oficiais sistematizados sobre violência homofóbica no Brasil. Tais dados são peça fundamental no enfrentamento à homofobia e às demais formas de preconceito no país, possibilitando a quantificação e visibilização da realidade de violações de direitos humanos vivida pela população LGBT.
Confira o relatório na integra, clique AQUI!





Ator é convidado para viver uma lésbica no cinema

Imagem
Por Kevin Crystopher
Após interpretar um personagem gay no filme “Sassy Pants”, Haley Joel Osment recebeu convite para um papel desafiador: viver uma lésbica de meia-idadeno próximo filme de Coley Sohn.


A diretora, em entrevista comJeremy Kinser, revelou que acha que o ator é perfeito para o papel e, com ajuda da tecnologia, não vê problema em viver uma mulher na comédia.
Se o nome do ator não remete a pessoa, basta só procurar por alguns dos maiores clássicos do cinema, que trouxeram o loirinho no elenco.

Haley Joel Osment protagonizou em 1999 o filme “O Sexto Sentido”, que imortalizou a frase “Eu vejo gente morta”. Depois, o ator impressionou em produções como “A Corrente do Bem” e “Inteligência Artificial”. E aí, lembrou?
fonte: ATHOS LGBT

Adolescente gay foi assassinado por taxista

Imagem
Dois jovens foram baleados em um ponto de ônibus na zona leste da capital paulista na madrugada desta terça-feira. Tarso César Carmona, 19 anos, não resistiu aos ferimentos e morreuAlexandre Veríssimo Giroldo, 18 anos, foi atendido no pronto-socorro e liberado.

O fato ocorreu na esquina da avenida Calim Eid com a rua Corin. Em depoimento à polícia, um dos amigos contou que estava com as vítimas no ponto de ônibus quando um táxi parou em frente e o motorista, um homem de cerca de 60 anos, desceu do veículo e começou a atirar. No carro também estava um homem negro.
A irmã de Tarso disse que, há cerca de três semanas, o irmão se envolveu em um desentendimento por ser homossexual, mas ela não acredita que o fato tenha relação com o crime. O caso foi registrado no 24º Distrito Policial e está sendo investigado. fonte: ATHOS LGBT

Grupo de escoteiros dos EUA reafirma política de banir gays

Imagem
Após uma discussão interna de dois anos, osGarotos EscoteirosdosEstados Unidosdecidiram reafirmar a política deexclusão de gays, descartando qualquer alteração, a despeito das campanhas de protesto.
Um comitê de 11 membros, formado por lideranças dos escoteiros em 2010, “chegou à conclusão que a política é absolutamente a melhor política para os Garotos Escoteiros dos EUA”, disse o porta-voz da organização, Deron Smith.
Como resultado da decisão, a executiva nacional dos escoteiros não analisará mais uma resolução apresentada recentemente que pede que seja reconsiderada a política “antigay”. O chefe-executivo do grupo, Bob Mazzuca, disse que a maioria das famílias de escoteiros apoiam a política, que se aplica a líderes ou escoteiros comuns.


Fonte: ATHOS LGBT

Grupo de advogados quer garantia de respeito à diversidade na OAB de São Paulo

Imagem
OGrupo de Advogados pela Diversidade Sexual (Gadvs)quer garantir que oscandidatosà eleições daOrdem dos Advogados do BrasilemSão Paulo (OAB-SP)respeitem adiversidade sexual, caso sejam eleitos. O grupo enviou uma carta aberta a todos ospleiteantes manifestandosuas expectativas sobre os programas e plataformas políticas dos candidatos.

Confira a carta:


CARTA ABERTA DO GADvS - GRUPO DE ADVOGADOS PELA DIVERSIDADE SEXUAL AOS CANDIDADOS ÀS ELEIÇÕES DA OAB SÃO PAULO.
O GADvS – GRUPO DE ADVOGADOS PELA DIVERSIDADE SEXUAL , entidade de direito privado, que tem por finalidade social promover a cidadania de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, e Transexuais (LGBTs), combater a violência homofóbica, reduzir o número de assassinatos por crimes de ódio (homofobia) contra LGBTs, e viabilizar a ampla participação desta comunidade na sociedade civil brasileira a fim de usufruir de todos os meios disponíveis do Estado Brasileiro para que alcance e exerça todos os direitos civis e fundamentais previstos …

Homofóbico se passa por homossexual por um ano e transforma sua experiência em livro

Imagem
Timothy Kurek é um americano que se descrevia como um “cristão homofóbico”, mas decidiu fingir que era gay durante um ano, para viver uma experiência tranformadora. Segundo ele, o objetivo era entender o que acontece na vida de alguém que “sai do armário” e como as pessoas reagem. No final dessa jornada, Timothy relatou ter vencido a homofobia e se tornado uma pessoa mais tolerante, como ele desejava.
A ideia surgiu depois que um amigo muito querido assumiu ser gay e foi profundamente rejeitado pela família. Como resultado das coisas que viveu nesse período, o rapaz está escrevendo um livro sobre suas experiências, “Jesus in Drag”,que deve ser lançado em outubro.
Para dar mais realidade a essa farsa, um amigo gay de Timothy se tornou “namorado” e professor dele. Kurek relatou que quando ele “saiu do armário” sua família e a maior parte dos amigos o apoiaram. “Minha família me tratou com o amor e o respeito que eu esperava”. Durante seu tempo como gay, Kurek passou a frequentar bares, ca…

Parada LGBTS de Brasília será feita em 23 de setembro

Imagem
No domingo 23 de setembro será realizada a 15° edição da Parada do Orgulho LGBTS de Brasília, a terceira mais antiga do país. A informação foi dada em comunicado da Associação da Parada do Orgulho LGBTS de Brasília. O tema deste ano é: “Sou LGBT e construo o DF. Exijo cidadania!”. O foco é mostrar que LGBT estão em várias profissões, constituem famílias, estudam, enfim, fazem parte da sociedade e merecem direitos iguais. Há também o objetivo de cobrar ações do Governo do Distrito Federal a respeito da cidadania arco-íris.A parada terá concentração no Eixo Rodoviário (Eixão) na altura da 112 Sul a partir das 14h. A caminhada irá em direção da Rodoviária do Plano Piloto. Coloque na agenda e vamos participar do maior ato de direitos humanos do Distrito Federal. Fonte: paroutudo

Uma lição de vida

Imagem
Por Kevin Crystopher


“Eu não posso deixar que ninguém saiba que eu não sou hétero. Isso seria tão humilhante. Meus amigos iriam me odiar, com certeza. Eles poderiam até me bater. Na minha família, já ouvi várias vezes eles falando que odeiam os gays, que Deus odeia os gays também. Isso realmente me apavora quando escuto minha família falando desse jeito, porque eles estão realmente falando de mim. Às vezes eu gostaria de desaparecer da face da terra”. trecho do filme.
Depois que assisti um filme : “Orações para Bobby”,penso que se não tomarmos alguma atitude, as vezes pode ser tarde demais.

Orações para Bobby [Prayers for Bobby] não é um filme de final feliz, mas mostra que depois do final infeliz pode haver um recomeço. Mesmo que ele seja duro, angustiado e cheio de culpas nos questionamentos sociais e religiosos quanto à homossexualidade. O filme é também uma história sobre o amor materno. E nesta relação maternal está Bobby Griffith e Mary Griffith,. O filme foi baseado no livro homôn…

Sem medo de ser feliz

Imagem
Por Kevin Crystopher



Muitas vezes quando me pego pesando na vida sempre acabo me perguntando: qual o segredo de ser feliz? Aí vem a resposta: Há tantas coisas simples na vida que nos fazem felizes! Seja em um sorriso a si mesmo, na auto-declaração de amar a si mesmo, em olhar ao redor e agradecer por mais um dia e muitas outras coisas simples. Se quando nos damos conta de que a vida é tão simples e que somos nós mesmos que colocamos barreiras que nos causam problemas que pensamos que não vamos ter forças para vence-los. Quando descobrimos um sentimento chamado AMOR pelo mesmo sexo temos nossos medos e confusões, é a hora de deixarmos de lado a complexidade de que será que vou escandalizar? será que vão me aceitar? Primeira coisa: aceite-se a si mesmo! Esse é o primeiro passo de uma caminhada, claro que não serei hipócrita em falar que não haverá tropeços e rejeição, mas se quisermos nos aceitarmos assim como somos temos que nos dar o direito de nos amarmos primeiro. Leia um livro, ti…

Movimento LGBT expressa descontentamento com possibilidade de banheiro gay

Imagem
Comunidade gay não teria aceitado a proposta

A Associação de Homossexuais do Acre (AHAC) divulgou no último domingo, 15, uma nota de repúdio pela suposta proposta de criação de um banheiro público exclusivo à comunidade gay. A resposta foi amplamente difundida pelas redes sociais e contou com o apoio da maior parte da comunidade homossexual.
Procurado pela reportagem do jornal O Rio Branco, Germano Marino comentou a respeito do assunto, destacando que a ideia seria, no mínimo, equivocada. “O movimento gay não pede pela separação de direitos e muito menos pela criação de espaços destinados à comunidade.

2ª Reunião de Voluntárias para a 8ª Ação Lésbica de Brasília

Imagem
Meninas, a 2ª Reunião de Voluntárias para a 8ª Ação Lésbica de Brasília já tem data! Será no dia 26/07, as 19h, no Conic.

Curta, compartilhe e participe:8ªAção Lésbica no Facebook

São Paulo e Rio de Janeiro são pré-candidatas aos GayGames de 2018

Imagem
São Paulo(SP) As cidades de São Paulo e Rio de Janeiro são as pré-candidatas brasileiras aos Gay Games de 2018. O envio do fomulário inicial de inscrição foi encaminhado na tarde deste domingo, dia 15 de julho à Federação dos Gay Games, entidade que rege do desporto LGBT Mundial e que é responsável pela escolha da cidade que recebera as “Olimpíadas LGBTS Mundiais”, onde a cada quatro anos recebe mais de 10 mil atletas de todo o mundo em um grande festival desportivo e cultural.
O Brasil apresentou a pré-candidatura das duas cidades: Rio e São Paulo, porém apenas uma será a candidata oficial do país na concorrência. Segundo o presidente do CDG Brasil Érico dos Santos, como existe o interesse de ambas as cidades em receber a competição e os prazos para os compromissos da eleição estão muito próximo, decidiu-se de inscrever as duas cidades e após realizar-se algumas reuniões com os representantes da Prefeitura da Cidade de São Paulo e do Rio de Janeiro, haverá a certeza de qual cidade rea…

Pílula para evitar Aids obtém resultados divergentes em estudos

Imagem
Três grandes pesquisas foram feitas na África e divulgadas esta semana.  Agência americana deve decidir até dezembro se remédio será aprovado. 
Da AFP
Testes clínicos que analisam o uso de pílulas antirretrovirais como forma de prevenir a Aids chegaram a conclusões divergentes sobre a eficácia dos medicamentos, segundo pesquisas publicadas esta semana.
Os resultados de três grandes estudos realizados na África e divulgados na revista "New England Journal of Medicine" levantam questões sobre os grupos que se beneficiariam com isso e como deveriam ser administrados os tratamentos.
A proposta, conhecida como profilaxia pré-exposição (PrEP), consiste em pessoas saudáveis que tomam o coquetel para evitar que sejam infectadas pelo vírus ao manterem relações sexuais com parceiros infectados.
Um estudo citado pela revista, que incluía casais heterossexuais em que uma pessoa tinha Aids, mostrou que o risco de contrair a doença se reduziria de 67% a 75% entre os que tomavam o medicamento.
O …

Passada com as bonecas das Empreguetes !!!

Imagem
Bapho Baphônicooooooo!!! Por Kevin Crystopher
PASSADAAAAAAAAAAA!!!
Geeeeeeeentchy! Todaxxx qué!!!! Para as bee's que não perdem um capítulo de ***Cheias de Charme**** essa novidade é um #Lushooooooo $$$$$$$. Já vou economizar no salário e garantir as minhas!!!! 

O artista plástico Marcus Baby acaba de lançar as bonecas das Empreguetes, protagonistas de ‘Cheias de Charme’. Penha, Rosário e Cida ficaram fofíssimas!! Sem comentar o figurino super divônico, característico das personagens. #QueroTodas! FONTE: TO PASSADA

Todos odeiam travesti

Imagem
Por Kevin Crystopher




Gay barbie odeia gay urso que não suporta lésbica que não tolera bissexual que detesta gay efeminado e todos odeiam travesti. Esta paródia de uma quadrilha “dus infernus” que li em algum lugar é uma triste verdade. Se existe competição e críticas entre os vários segmentos LGBTs, o mais recriminado são os trangêneros. Os homossexuais masculinos e femininos, por estarem “em concordância” tanto na questão de identidade de gênero como de orientação sexual, sempre tem um pé atrás com os bissexuais (os indefinidos na visão de muitos de sua orientação sexual) , vistos sempre com desconfiança. Mas é com os travestis e transexuais que o bicho pega de fato, a porta muitas vezes fecha para elas/eles (os transhomens), apesar delas/deles quando precisamos serem sempre a vanguarda do movimento, de se colocarem de forma aberta, explícita.
O jornalistaNeto Lucon em entrevista com a modelo transexual Carol Marrapara o site Virgula coloca esta questão. Ela é capa da nova edição da …

Manifestação pede criminalização da homofobia depois de mais um ataque a gay na região da Paulista

Imagem
Depois do depoimento no Facebook do blogueiro Evertton Henrique, 24, sobre a agressão que sofreu na região da Paulista nos últimos dias de junho,  militantes, simpatizantes e pessoas indignadas com a violência resolveram fazer uma manifestação contra a homofobia. Ela aconteceu  no sábado, 14, às 23h, na esquina de Frei Caneca com a Peixoto Gomide, na região central de São Paulo. O relato de Henrique em nas redes sociais dá uma ideia da violência gratuita que ele sofreu.

“Não existe homofobia no Brasil! Essa é a frase que o deputado Jair Bolsonaro já disse muitas vezes por onde passa. Mas a homofobia existe sim no Brasil. E está literalmente na minha cara. Essa é uma foto que tirei agora a pouco depois que fui atacado por quatro adolescentes ontem na Frei Caneca. Me atacaram de surpresa e sem eu poder reagir. Me bateram muito, me humilharam, quebraram meu celular e depois o jogaram junto com minha carteira no bueiro. Mas eu tive sorte, nessa mesma semana um garoto no Rio de Janeiro fo…

Jean Wyllys rebate e-mail falso que circula na internet

Imagem
O deputado federal pelo PSOL do Rio de Janeiro Jean Wyllys respondeu neste sábado as calúnias que está sofrendo nas mídias sociais depois que um falso e-mail começou a circular na internet. O falso e-mail que fingia ser da autoria do deputado era destinado a um blogueiro conhecido por ter posturas contra a cidadania de LGBT contendo ameaças e um suposto “salvo-conduto” à pedofilia, como explicou Wyllys. Sem que fosse confirmada sua veracidade, blogs e sites convenientemente replicaram o e-mail e surgiram diversas manifestações odiosas nas redes sociais contra o deputado carioca.

O e-mail já foi desmascarado e constatado que sua origem é falsa. Entretanto a propagação continua sendo feita em blogs e perfis homofóbicos na internet.
Na nota lançada hoje em seu site oficial, Jean Wyllys disse que pretende tomar as medidas cabíveis e reafirmou a origem falsa dos e-mails. “Tais declarações são uma completa mentira, objeto de uma campanha caluniosa, cujo objetivo é calar uma luta dentro do L…

Assumir-se como lésbica

Imagem
por Kevin Crystopher






Independentemente dos seus motivos, assumir-se como lésbica perante o mundo pode ser uma decisão bastante difícil e muito solitária. Podem ver-se muitas cenas em séries de TV, ou mesmo em filmes, em que tudo acaba bem e em que tudo é bonito quando uma mulher assume o facto de ser gay, mas a realidade nem sempre é esta. Nem sempre aquele sentimento de “agora ou nunca!” é o mais correcto de seguir. Assumir-se como lésbica poderá ser feito de uma só vez ou em várias fases premeditadas.Por vezes é bom ponderar, ir preparando quem mais se ama e esperar que tudo corra pelo melhor - embora nunca se devam descurar as possíveis más reacções. Lembre-se sempre que este processo pode ser duro, mas o que é verdadeiramente importante é ser quem é na realidade , por isso não se esqueça: orgulhe-se de si. 1.Saiba quais as suas verdadeiras motivações Existem muitas razões erradas que pode achar que justificam o facto de se decidir assumir como lésbica; o ideal será encontrar a c…