Edital de concurso da PM-DF que excluía LGBT será alterado


A deputada federal Erika Kokay (PT-DF), esteve reunida na manhã do último dia 17 de maio com o alto comando da Polícia Militar do Distrito Federal para mudar edital de concurso que dava margem à exclusão de pessoas LGBT em especial travestis e transexuais. No edital um trecho inviabilizava a participação de pessoas com  “transtornos de identidade sexual”.O comandante-geral da PMDF, Suamy Santana, informou que o edital foi lançado na semana passada, e que o erro seria reparado o mais rápido possível. Para a deputada Erika “É inadmissível que, em pleno 2012, tenhamos um concurso público com preconceitos, que exclua as pessoas por sua orientação sexual. Tal conduta fere os preceitos constitucionais brasileiros e é uma nítida homofobia institucional.”

Postagens mais visitadas deste blog

No dia do Rock veja a lista dos roqueiros que assumiram sua HOMOSsexualidade

Lista de pessoas selecionadas atualizadas

Sauna Soho inova na programação e conquista mais frequentadores