Agressor do caso da Avenida Paulista terá que arcar com despesas da vítima


O desembargador Álvaro Passos, da Câmara de Direito Privado do Tribunal do Estado de São Paulo, determinou nesta última sexta- feira, 9, que os agressores do caso na avenida Paulista com lâmpadas fluorescentes em homossexuais, arquem com as despesas médicas e de tratamento psicológico da vítima. Quando foram divulgadas as imagens do momento da agressão, conclui-se que as três vítimas caminhavam tranquilamente quando foram atacadas por um rapaz, maior de idade, que estava com uma lâmpada nas mãos. O jovem vai à direção de uma das vítimas e estoura a lâmpada em seu rosto. Em seguida, o agressor bate com a outra lâmpada em suas costas, que revida e a confusão se generaliza. O caso ainda segue em andamento na justiça apesar da decisão do desembargador.

Postagens mais visitadas deste blog

No dia do Rock veja a lista dos roqueiros que assumiram sua HOMOSsexualidade

Lista de pessoas selecionadas atualizadas

Sauna Soho inova na programação e conquista mais frequentadores