Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2011

PLC 122 será votado dia 8 de Dezembro no Senado

Imagem
A senadora Marta Suplicy (PT-SP) confirmou que o projeto de lei que criminaliza a homofobia (PLC122/2006) deverá ser votado na próxima quinta-feira (8), a partir das 9h, na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH).
Ela afirmou, no Plenário, que apresentará substitutivo. Substitutivo é quando o relator de determinada proposta introduz mudanças a ponto de alterá-la integralmente, o Regimento Interno do Senado chama este novo texto de "substitutivo". Quando é aprovado, o substitutivo precisa passar por "turno suplementar", isto é, uma nova votação. ao projeto original, que foi alvo de polêmica por criminalizar as manifestações contrárias à homossexualidade. Pouco depois do anúncio de Marta Suplicy, o senador Magno Malta (PR-ES) convocou os senadores da Frente Parlamentar em Defesa da Família, contrária ao projeto, para "sepultá-lo de vez" na CDH.

Amy Winehouse cantando The Girl From Ipanema (Garota de Ipanema)

Imagem

Daniel Radcliffe é cotado para viver poeta gay nos cinemas

Imagem
O ator britânico Daniel Radcliffe, astro da saga “Harry Potter”, está cotado para interpretar um gay no cinema em 2012. De acordo com sites internacionais, Daniel poderá dar vida ao poeta Allen Ginsberg no filme “Kill Your Darlings”.

Allen foi um grande defensor da causa gay. O filme seria baseado na história real do relacionamento amoroso de Ginsberg, Jack Kerouac e Lucien Carr. Este último é conhecido por ter cumprido pena em 1944 pelo assassinato do seu amante David Kammerer. O crime marcou o início da geração de escritores conhecida como beatnik, da qual Ginsberg e Kerouac eram os maiores destaques.
De acordo com as informações, o ex-bruxinho iniciaria as gravações assim que terminasse sua temporada na Broadway do espetáculo “How To Suceed In Business Without Really Trying”, no final de janeiro de 2012.

PLC 122 pode ser votado na semana que vem

Imagem
No dia 8 de dezembro, deve ir para votação na Comissão de Direitos Humanos do Senado o PLC 122, Lei de criminalização da homofobia.
Convidamos todas as pessoas que acreditam em um Brasil mais humano e que respeita seus cidadãos e cidadãs como eles/elas são. 


MOBILIZAÇÃO  PELA APROVAÇÃO DO PLC 122 de VERDADE! "Pela Criminalização da Homofobia"
Dia: 8 de Dezembro (CONFIRMADO)
Local: Senado Federal - Brasília
*Leve sua bandeira LGBT * 


Mobilize! Participe!

1º de Dezembro tem Encontro de Mães e pais de homossexuais na Elos

Imagem
Se você é mãe, pai ou familiar de homossexual e está passando por problemas com seu filho ou sua filha, entre contato com a gente, nós podemos te ajudar.  
Nossa reunião será: Quinta-Feira, 1º de Dezembro, às 19h Na sede da Elos, SDS-CONIC, Ed. Eldorado, Sl. 412. Te esperamos para conversar. 

Jair Bolsonaro é expulso de Palestra Na UFF

Imagem

Encontro de jovens gays, outros HSH e travestis debate a campanha da Aids

Imagem
A abertura do encontro contou com a presença do presidente do Conselho Nacional de Juventude, Gabriel Medina, e do assessor da Secretaria Nacional de Juventude, Eduardo Santarelo. Cerca de 80 jovens representando 23 estados da Federação participam do encontro, que é organizado pela Associação de Populações Vulneráveis, com apoio do Departamento Nacional de DST/Aids, Programa Estadual de DST/Aids de São Paulo, ABGLT – Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais e RNAJVHA – Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV/Aids.
No debate, o tema da campanha de prevenção de 1º de dezembro, a implementação do Plano de Enfrentamento da Epidemia de HIV/Aids entre Gays, outros HSH e Travestis e equipamentos de promoção da testagem rápida em HIV/Aids. O projeto “Quero Fazer”, um piloto da oferta do teste gratuito do HIV, em funcionamento em três cidades do país – Recife, Rio de Janeiro e Brasília – foi apresentado e debatido. Toni Reis defendeu a criação …

Conheça a História dos Direitos Humanos (legendado)

Imagem

Lady Gaga fala sobre o Bullying

Imagem

Confira a programação da Semana Distrital e Dia Mundial de Combate à Aids no DF

Imagem
Lei 4.294/2009: “Semana Distrital de Prevenção da Síndrome de Imunodeficiência Adquirida – AIDS e das Demais Doenças Sexualmente Transmissíveis”. 1° de dezembro: Dia Mundial de Luta contra a Aids
Data Horário Evento Local Obs.




29/11 9h às 11h

O significado dos atuais dados sobre HIV e Aids no DF 1.Campanha do Dia Mundial de Luta contra a Aids do MS: Vulnerabilidades de jovens gays às DST e HIV/Aids – Luiz Fernando Marques – Gerência de DST/Aids/HV 2.Divulgação do Boletim Epidemiológico 01/2011 - Leidijany Paz - Gerência de DST/Aids/HV 3.Lançamento da Campanha “Seja qual for o seu parceiro, use sempre camisinha” 4.Coletiva de imprensa Unidade Mista
EQS – 508/509 –Plano Piloto Asa Sul
Participantes: Rede de serviços da SES-DF. Sociedade Civil Organizada. Imprensa acreditada Sociedade Brasileira de DST- Seção DF Apoio: Instituto Sabin/Conselho Empresarial de HIV/Aids do D

Número de novos casos de Aids cai no Brasil em 2010

Imagem
Os novos casos de Aids e óbitos pela doença sofreram pequena queda em 2010, quando comparados a 2009, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (28) pelo Ministério da Saúde.Foram registrados no país 34,2 mil novos casos de Aids no ano passado, contra 35,9 mil em 2009. De 1980 a junho de 2011, 608.230 pessoas foram infectadas no país. A taxa de incidência da doença passou de 18,8 por 100 mil habitantes em 2009 para 17,9 em 2010. “Estamos vendo uma tendência de diminuição do número de casos ao longo dos anos, as pessoas estão vivendo mais e melhor com a doença”, afirmou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.No ano passado, 11,9 mil pessoas morreram em decorrência da Aids, enquanto em 2009 foram registradas 12 mil mortes. Apesar da leve redução, o coeficiente de mortalidade se manteve igual - 6,3 por 100 mil habitantes.
Regiões
O Sudeste concentra a maior incidência da doença, com 343.095 casos (56,4%), seguido pelo Sul, com 123.069 registros (20,2%), Nordeste, com 78.686 (12,9%), Cen…

Quase nove pessoas morrem por dia em São Paulo por conta da Aids

Imagem
Durante o ano de 2010, a Aids foi responsável pela morte de 3.141 pessoas de São Paulo, número que representa quase 9 mortes por dia no estado, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (28) pela Secretaria de Estado da Saúde. As informações constam no boletim epidemiológico feito pelo Programa Estadual de DST/Aids.
A taxa de mortalidade pela doença no ano passado ficou em 7,6 óbitos a cada 100 mil habitantes. Em 2009, esse índice foi de 7,9. Desde 1995, quando houve 7.739 óbitos por conta da doença, a taxa de mortalidade caiu 7% em São Paulo. Já a incidência caiu pela metade na última década. Existem 2 homens infectados com o vírus para cada mulher soropositiva no estado. A faixa etária com mais casos é a de 30 a 39 anos, com indicência de 32 infecções a cada 100 mil habitantes.
Segundo os especialista, o uso de camisinha segue como a melhor forma de prevenção contra a transmissão do vírus.
Desde o início da epidemia, em 1980, até junho de 2011 foram 212.271 casos de Aids no estado.

Bolsonaro: Dilma, assuma que o seu negócio é o amor homossexual

Imagem
Em pronunciamento na tarde da última quinta-feira, 24 de novembro, o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), soltou mais um de seus comentários preconceituosos. Criticando as políticas anti-homofobia do governo, "acusou" a presidente Dilma Rousseff de "gostar de homossexual".
"Dilma Rousseff, pare de mentir! Se gosta de homossexual, assuma! Se o seu negócio é amor com homossexual, assuma, mas não deixe que essa covardia entre nas escolas do primeiro grau", declarou o deputado.
Bolsonaro explica sua indignação: "Eu fiquei estarrecido ao saber que a inclusão de materiais sobre homossexuais nos livros didáticos ainda é discutida no governo. Pensei que a questão havia sido enterrada pela presidente, pois em maio ela garantiu que o kit-gay foi recolhido. Só que, para minha surpresa, ele não foi. Uma pessoa do Ministério da Educação disse que, entre as diretrizes para o livro didático para 2012, está a inclusão de capítulos sobre a homoafetividade. Fiquei revoltado…

Antes pegador que veado, né?', diz Caio Castro à revista

Imagem
Caio Castro, o Antenor de ‘Fina Estampa’, fez comentário polêmico em entrevista à revista ‘Quem’, nas bancas hoje. O ator garante que ter fama de pegador não o incomoda em nada: “Se você não tem fama de pegador e é solteiro, fica com fama de veado. Então, antes pegador que veado, né?”. Só para lembrar, recentemente, notícias  davam conta de um namoro entre Caio e a atriz Monique Alfradique, que também está na produção da Globo e interpreta Beatriz. Mas ele mesmo fez questão de desmentir para os fãs no Twitter, no início da semana: “Ok, nunca escondi nada de vocês. Eu não estou namorando com a Monique (Alfradique)! Continuo sendo só de vocês!”.

União e 12 estados já assinaram acordo para combater a homofobia

Imagem
Brasília – O governo federal e 12 estados já assinaram ontem (22) um acordo de cooperação para enfrentar a homofobia. O termo foi uma iniciativa da Secretaria de Direitos Humanos e do Ministério da Justiça. O acordo prevê a capacitação de unidades policiais, a inclusão de um campo sobre orientação sexual e identidade de gêneros nos formulários de registros de ocorrência policial e a promoção da abordagem do assunto sobre lésbicas, gays, bissexuais e transexuais na formação dos profissionais de segurança pública. Para ministra de Direitos Humanos, Maria do Rosário, os crimes de homofobia, são crimes de ódio. “Convivemos entre diferentes etnias e não podemos mais estabelecer parâmetros de convivência. Temos uma legislação importante que tramita sobre o crime de homofobia, estamos juntos nessa caminhada”. O ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, disse que a discriminação da homofobia “é inaceitável em pleno século 21”. Para a representante da Secretaria de Segurança Pública de Mato Gross…

Mais uma vítima de homofobia em São Paulo

Imagem
Segundo o amigo dos irmãos, ao entrar no bar na Rua Augusta, ele estava abraçado ao jovem de 21 anos que posteriormente foi agredido. "Estávamos abraçados como costumamos fazer algumas vezes quando conversamos. Inclusive ele estava triste porque havia reencontrado uma ex-namorada. Com certeza, eles acharam que nós éramos gays. O meu amigo não é gay; eu sou. Namoro com o irmão deles há quatro anos", contou.

Ele diz que, quando os três entraram no bar, um dos agressores ficou encarando de forma sistemática o amigo dele, que permaneceu do lado de fora, enquanto os outros dois foram ao banheiro. O jovem de 21 anos que apanhou questionou por que o outro estava olhando para ele e, depois disso, foi agredido com um soco no rosto e partiu para o revide.
Outros jovens que acompanhavam o primeiro agressor entraram na briga e passaram a espancar o rapaz. O irmão dele levou uma garrafada no braço esquerdo e também foi agredido com socos e pontapés.
Após cessar as agressões, o trio se dirig…

Mulheres lésbicas estão sendo estupradas em clínicas de cura no Equador

Imagem
O Equador aprovou uma constituição que abrangeu todas as minorias, inclusive os cidadãos LGBT, incluindo na legislação o reconhecimento das uniões civis entre pessoas do mesmo sexo. A constituição também prevê punição a violência contras as mulheres. Porém, mesmo com as penalidades previstas em leis, há no país perigosas clínicas clandestinas que prometem a cura da homosssexualidade.
Os Grupos LGBTs e de direitos das mulheres no Equador descobriram que há mais de 200 clínicas ilegais no país, que estão mantendo jovens mulheres em cativeiro para serem estupradas, torturadas, violentadas e privadas de comida e água, pelas mãos dos chamados "cuidadores", que conforme os mesmos para curá-las  da “doença” de serem lésbicas.
Com a descoberta os grupos LGBTs e de direitos da mulheres do Equador irão encaminhar uma carta ao Presidente Equatoriano Rafael Correa, pedindo a ele que feche imediatamente essas perigosas e ilegais “clínicas” de uma vez por todas. Para tanto estão coletandoas…

Deputado Jean Wyllys questiona lei que beneficia e privilegia única religião no Brasil

Imagem
Deputado Federal Jean Wyllys (Psol/RJ)
O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), primeiro parlamentar homossexual assumido do Brasil, critica emissão de passaportes diplomáticos a líderes cristãos e se coloca contra PEC que beneficia associações religiosas.
“A falta de ciência política ou o partidarismo cego embotam a honestidade. Pergunta ao Governo Dilma: cadê o passaporte diplomático de Mãe Stela de Oxóssi? E o do rabino Nilton Bonder?”, reclamou Willys após a notícia de que o Itamaraty concedeu passaportes diplomáticos ao bispo Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus, R.R. Soares, da Igreja Internacional da Graça, e alguns bispos da Igreja Católica.
O deputado baseia seu questionamento na premissa da igualdade de direitos para representantes de outros credos, visto que o passaporte diplomático deveria ser destinado exclusivamente a funcionários de Itamaraty e representantes do governo em viagens ao exterior. Ele lembrou também do processo que tramita na Justiça Federal em S…

Rússia quer calar e excluir ainda mais os homossexuais

Imagem
Depois do Prefeito de Moscou ter proibido na base da porrada a Parada LGBT da Cidade, agora líderes políticos em São Petersburgo na Rússia estão prestes a votar uma lei que tornará ilegal qualquer pessoa que: escrever um livro, publicar um artigo ou falar em público sobre ser gay, lésbica, travesti ou transexual. O partido do governo, liderado pelo Presidente Medvedev e pelo Primeiro Ministro Vladmir Putin poderá, por meio de uma simples assinatura, tornar milhões de pessoas invisíveis.

Defensores dos direitos humanos em toda a Rússia estão fazendo tudo o que podem para parar esse projeto de lei. Estão arriscando a sua liberdade ao organizar eventos na rua e protestos, mas têm medo que isso não seja o suficiente. 
Agora, o mundo inteiro precisa soltar o verbo e dizer às autoridades Russas que esqueçam essa lei. Faça parte desta chamada global para os líderes mundiais, para dizerem aos oficiais no Governo Russo que rejeitem uma lei tão anti democrática e discriminatória.
Eles necessitam d…

SUS oferece tratamento a 97% dos brasileiros diagnosticados com Aids

Imagem
Ministro da Saúde Alexandre Padilha no lançamento dos dados de aids no mundo O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece tratamento antirretroviral a 97% dos brasileiros diagnosticados com Aids, aponta relatório divulgado nesta segunda-feira (21) pelo Unaids (Programa Conjunto das Nações Unidas sobre o HIV/Aids). No estudo, o Unaids apontou que o modelo brasileiro de prevenção do HIV e assistência é um dos melhores do mundo, sobretudo no tratamento a populações mais vulneráveis. O documento analisa dados sobre mortalidade e aporte de recursos para conter o avanço da aids no mundo e aponta que o Brasil tem investido de forma adequada nos mecanismos de prevenção e tratamento do HIV/Aids. Durante a divulgação do relatório, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, destacou que apesar dos avanços, o Brasil ainda enfrenta o desafio de despertar uma nova atitude com relação à doença, principalmente entre os mais jovens. “Apesar de as pesquisas indicarem que 97% das pessoas têm consciência que a camisi…