Testagem rápida para HIV/Aids na Feira da Diversidade de Ceilândia 21.8


A equipe do projeto 'Quero Fazer', treiler de testagem rápida de HIV/Aids estará presente na Feira da Diversidade da Ceilândia, que acontece neste domingo 21 de agosto, a partir das 10h da manhã, fazendo o teste rápido. O teste que demora em torno de 20 min. para ter seu resultado, é totalmente seguro e sigiloso, contando com uma equipe técnica e especializada que tem desde flebotomistas (tecnico em enfermagem que colhe o sangue) á psicóloga para dar o resultado e fazer o encaminhamento correto e devido caso a pessoa saia do trailer com resultado positivo.


*A testagem só será realizada no período da Feira da Diversidade, de 10h às 14h. 

Saiba como funciona o teste rápido!
Para diagnosticar a infecção pelo HIV, temos hoje os exames laboratoriais convencionais e os testes rápidos. Utilizamos os testes rápidos que dão resultados em 10 a 15 minutos. O processo do teste rápido é realizado em três etapas:
1. É feito o aconselhamento antes do teste, para que a pessoa saiba o que está fazendo.
2. Coleta de sangue (de uma a duas gotas, não mais que isso), análise e laudo.
3. Entrega de resultados e aconselhamento / orientações de prevenção para o usuário do serviço.
O teste rápido tem o mesmo grau de qualidade que o exame convencional.

Saiba quando fazer o teste rápido!
O teste deve ser feito por quem passou por situações de risco, como o sexo desprotegido e o compartilhamento de agulhas ou seringas ou se já teve tuberculose ou hepatites, o teste é indicado para você.
Procure o trailer do Quero Fazer de Brasília. Unidades Públicas de Saúde também oferecem o teste gratuitamente.  É importante lembrar que o teste não é um instrumento de prevenção e fazê-lo constantemente não vai protegê-lo da infecção.
SITUAÇÕES DE RISCO
O HIV pode ser transmitido:
  • Por relações sexuais desprotegidas (sem o uso do preservativo), anais, vaginais e orais;
  • Pelo compartilhamento de agulhas e seringas contaminadas;
  • De mãe para filho durante a gestação, o parto e a amamentação;
  • Por transfusão de sangue.
É bom lembrar que o HIV não é transmitido pelo beijo, toque, abraço, aperto de mão, compartilhamento de toalhas, talheres, pratos, suor ou lágrimas. Portanto, toda pessoa soropositiva pode e deve receber muito carinho e atenção!

Postagens mais visitadas deste blog

No dia do Rock veja a lista dos roqueiros que assumiram sua HOMOSsexualidade

Lista de pessoas selecionadas atualizadas

Sauna Soho inova na programação e conquista mais frequentadores