"Combato o privilégio, não a figura humana do gay", diz vereador do Dia do Orgulho Hétero



"Combato o privilégio, não a figura humana do gay", diz vereador do Dia do Orgulho Hétero
Ontem, após a Câmara Municipal de São Paulo aprovar o Dia do Orgulho Hétero, o vereador Carlos Apolinário (DEM), autor do projeto de lei, se defendeu das acusações de homofóbico. 

"Meu cabeleireiro é gay. Ele me abraça, me beija, não tem nenhum problema", disse Apoli¨´aario ao Terra. Para o vereador, a data serve para debater os “privilégios e excessos” que a comunidade homossexual se beneficia. Segundo o vereador, realizar a Parada Gay na Avenida Paulista é uma injustiça com outros eventos, como a marcha evangélica, que foram transferidos para outros locais. “Tiraram Jesus, tiraram CUT (Central Única dos Trabalhadores) e mantiveram Parada Gay. Mas se pode Parada Gay, por que não pode as outras? Não tenho nada contra o evento dos homossexuais, é direito deles. Mas em muitos casos eles não têm buscado direitos, e sim privilégios", afirmou.Carlos Apolinário criticou ainda o fato de a prefeitura de São Paulo distribuir R$ 1 milhão de camisinhas e gel, durante a Parada de 2010. “O governo poderia ter feito um folheto que serve para gay e hetero, com informações dando conta de que sexo sem camisinha pode causar Aids. Será que precisa dar gel para gay fazer sexo?".Mesmo declarando que não é homofóbico, o vereador pontuou que é contra o casamento gay e a adoção de crianças por casais homossexuais. "O que combato não é a figura humana do gay - é livre-arbítrio. É privilégio que vou combater”, afirmou. O vereador Carlos Apolinário, que é é evangélico da Assembleia de Deus e dono de uma rádio Gospel, disse ainda que não irá realizar nenhuma parada no Dia do Orgulho Hetero, caso o projeto passe pela aprovação do prefeito Gilberto Kassab. 

Postagens mais visitadas deste blog

Lista de pessoas selecionadas atualizadas

No dia do Rock veja a lista dos roqueiros que assumiram sua HOMOSsexualidade

Edital de Seleção de Participante I Seminário Nacional de Jovens Lideranças para o Controle Social do SUS no âmbito do HIV/Aids