Pai e filho abraçados são confundidos com casal gay e agredidos violentamente

Com parte da orelha decepada por conta de um gratuito ataque homofóbico ocorrido na madrugada da última sexta-feira em São João da Boa Vista, um homem de 42 anos está traumatizado.      

Ele e seu filho andavam abraçados pela Exposição Agropecuária Industrial e Comercial (EAPIC), em São João da Boa Vista, quando um grupo os confundiu com um casal gay e partiu para cima dos dois com socos e agressões verbais. 

Segundo conta o pai, que não se identificou, um grupo de sete jovens aproximou-se dos dois e perguntou se eles eram gays. O homem explicou que eram pai e filho, mas os rapazes não acreditaram e houve um princípio de tumulto. A briga foi apartada e o grupo de jovens foi embora. Mas eles voltaram cinco minutos depois e começaram a agredir os dois. Um dos agressores mordeu a orelha do pai, decepando-a. “Na hora que eu acordei as pessoas diziam que eu estava sem a orelha”, contou.    

O filho, um adolescente, teve agressões mais leves. O delegado do 1º Distrito da Polícia Civil de São João Boa Vista, Fernando Zucarelli, disse que vai investigar quem foram os jovens agressores.

Postagens mais visitadas deste blog

Lista de pessoas selecionadas atualizadas

No dia do Rock veja a lista dos roqueiros que assumiram sua HOMOSsexualidade

Edital de Seleção de Participante I Seminário Nacional de Jovens Lideranças para o Controle Social do SUS no âmbito do HIV/Aids