UFMG vai investigar agressão a calouros gays



Universidade Federal de Minas GErais quer identificar e punir agressor homofóbico
A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) anunciou na última sexta-feira, 15, que vai investigar as denúncias de agressão a calouros gays que recebeu dos DCEs.
A reitoria afirmou que vai instaurar sindicância interna para apurar as agressões que teriam sido cometidas contra dois casais homossexuais da Faculdade de Letras, em festa que aconteceu no dia 1º de abril.
A carta enviada à reitoria informa que “segundo relato de estudantes, um casal de mulheres foi abordado por um homem com piadinhas muito ofensivas, preconceituosas, machistas e homofóbicas. No mesmo dia, um casal gay também foi abordado por um homem que agrediu fisicamente, com chutes, um dos rapazes”.
Segundo o diretor de assuntos estudantis da UFMG, Luiz Guilherme Knauer, caso o agressor estude na instituição de ensino, vai ser instaurada uma comissão de inquérito para definir a punição que ele deve receber. Knauer.
Ainda de acordo com a Universidade, a conscientização contra a homofobia vai ser reforçada no campus.
Fonte:MixBrasil

Postagens mais visitadas deste blog

No dia do Rock veja a lista dos roqueiros que assumiram sua HOMOSsexualidade

Lista de pessoas selecionadas atualizadas

Sauna Soho inova na programação e conquista mais frequentadores