Tiago Leifert condena homofobia no vôlei



Ele considerou preconceito PRIMATA
O apresentador Tiago Leifert, um dos mais queridos da televisão brasileira, condenou a homofobia no esporte ao comentar uma matéria sobre a discriminação sofrida, em quadra, pelo jogador Michel do Vôlei Futuro.
Leifert disse: "A homofobia, todo mundo sabe, é nojenta, é primata". Logo depois, o apresentador chamou uma entrevista ao vivo de Araçatuba, onde estava o jogador Michael. O atleta lamentou o preconceito que sofreu. 
"O que eu espero é que esse tipo de atitude não aconteça nunca mais, nem comigo, nem de qualquer outra forma que possa acontecer. Eu queria ser avaliado como jogador e não pela minha opção sexual" disse o atleta.

O Código Brasileiro da Justiça Desportiva prevê punição para quem "praticar ato discriminatório, preconceito em razão de sexo" e a pena pode ser aplicada ao clube da torcida que praticar esses atos. Os agressores, quando identificados são punidos com a proibição de frequentar o local dos jogos por, no mínimo, dois anos.
A mesma atitude teve, em Pernambuco, a torcida do Santa Cruz, ao chamar o jogador Ciro, do Sport, de gay. A direção da torcida organizada vai receber material educativo de promoção do respeito para com as pessoas de orientação sexual diferente. 
É seguir o que Tiago pregou: "O Globo Esporte sempre prega o espírito esportivo, pra todas as diferenças, pra todo mundo".
Fonte:Todaformadeamor

Postagens mais visitadas deste blog

No dia do Rock veja a lista dos roqueiros que assumiram sua HOMOSsexualidade

Lista de pessoas selecionadas atualizadas

Sauna Soho inova na programação e conquista mais frequentadores