Hackers atacam site da ABGLT

NOTA DA ABGLT

INVASÃO DO SITE DA ABGLT

A ABGLT – Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais, vem por meio deste denunciar e repudiar a invasão de seu site na internet.

A invasão ocorreu na madrugada de 2 de abril de 2011, e ocorreu logo após a ABGLT ter requerido do Procurador-Geral da República a instauração de investigação criminal contra o deputado federal Jair Bolsonaro, sob alegação de racismo e injúria e difamação.

A invasão se deu na forma da inclusão de duas “notícias” na página de Notícias da ABGLT http://www.abglt.org.br/port/noticias.php.

Os itens que foram incluídos são "Bolsonaro para presidente do Brasil" e "Os fatos sobre a homossexualidade".

O texto do item "Bolsonaro para presidente do Brasil" é:

A favor da família, contra a pederastia.
Ash Ketchum novamente.
Greetz to: K-MAX e YC
CRUZADA CONTRA OS GAYZISTAS.

Os “fatos” expostos sobre a homossexualidade seguem no final desta nota.

Toni Reis, presidente da ABGLT, afirma que “é triste vermos a internet, que foi criada para facilitar a comunicação, sendo utilizada criminosamente para promover a intolerância religiosa e incitar a violência, a discriminação e o preconceito contra a população LGBT”.

A ocorrência já foi denunciada no serviço “SaferNet”, que recebe denúncias sobre crimes na internet.

Será registrada queixa-crime na Delegacia Especializada de Investigações de Crimes Cibernéticos, em Curitiba.

Também serão solicitadas providências do Ministério da Justiça / Polícia Federal.

ABGLT, 2 de abril de 2011

Postagens mais visitadas deste blog

Lista de pessoas selecionadas atualizadas

No dia do Rock veja a lista dos roqueiros que assumiram sua HOMOSsexualidade

Edital de Seleção de Participante I Seminário Nacional de Jovens Lideranças para o Controle Social do SUS no âmbito do HIV/Aids