Justiça de SP nega habeas corpus a um dos agressores da avenida Paulista

Justiça de SP nega habeas corpus a um dos agressores da avenida Paulista
O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) negou na última quinta-feira (17) habeas corpus a Jonathan Lauton, 19, um dos participantes da agressão homofóbica com lâmpadas fluorescentes na avenida Paulista em novembro do ano passado. Jonathan continua foragido.

No dia 21 de dezembro, Jonathan foi acusado pela 7ª Câmara Criminal do TJ-SP de homicídio triplamente qualificado e decretou a sua prisão. Desde então, Jonathan fugiu sem deixar rastros. O desembargador Fernando Miranda declarou que é necessário manter a ordem de prisão para a "garantia da ordem pública".

Miranda também disse que, quando estava em liberdade provisória, Jonathan foi procurado, mas não foi encontrado, o que, para o desembargador, já configura fuga. Esta é a segunda vez que uma liminar é negada ao acusado das agressões.

Siga-nos no Twitter @eloslgbt

Fonte: A Capa

Postagens mais visitadas deste blog

Lista de pessoas selecionadas atualizadas

No dia do Rock veja a lista dos roqueiros que assumiram sua HOMOSsexualidade

Edital de Seleção de Participante I Seminário Nacional de Jovens Lideranças para o Controle Social do SUS no âmbito do HIV/Aids