Presidente do Chile se compromete a apresentar lei de união civil gay

Intermediado pelo senador Andrés Chadwick, o Movimento de Integração e Libertação Homossexual (Movilh) se encontrou na última terça-feira (14) com o presidente do Chile, Sebastián Piñera, que se comprometeu a apresentar uma lei que iguale os direitos da comunidade LGBT com os dos heterossexuais.

O presidente disse aos ativistas que o governo "avançará" com uma lei destinada a "terminar com as desigualdades" entre casais do mesmo sexo. Piñera disse que até janeiro a referida lei será apresentada. O encontro aconteceu no Palácio de La Moneda, na capital, Santiago.

O presidente do Movilh, Rolando Jiménez, disse que o encontro com o presidente passou "tranquilidade". "Nos dá tranquilidade quando é o próprio presidente que afirma que irá apresentar um projeto para os casais do mesmo sexo", declarou o ativista.

Jiménez disse também que a questão da criminalização da homofobia foi discutida e que o presidente se mostrou disposto a levar o tema  adiante.

Postagens mais visitadas deste blog

No dia do Rock veja a lista dos roqueiros que assumiram sua HOMOSsexualidade

Lista de pessoas selecionadas atualizadas

Sauna Soho inova na programação e conquista mais frequentadores