Rússia anuncia teste da vacina mais efetiva contra HIV até o momento

Três laboratórios russos anunciaram nesta segunda-feira (22) que uniram esforços para desenvolver a vacina contra o vírus da Aids (HIV) mais efetiva até o momento. Segundo um dos pesquisadores, já há provas de que a vacina não é prejudicial a seres humanos. "Com uma efetividade de 30%, a vacina pode salvar um milhão de vidas ao ano", afirmou o responsável do Departamento de Aids do Instituto de Imunologia da Rússia, Igor Sidorovich.
Em 2007, o Governo russo investiu 23,5 milhões de euros na pesquisa de vacinas e de acordo  Yevgeny Stavsky, chefe do centro Vector, de Novosibirsk, que participa do desenvolvimento da vacina, deve haver mais ma leva de investimentos antes de fim de ano. "Vamos começar agora a fase principal e mais cara do processo", disse Stavsky, que acrescentou que o trabalho conjunto dos três laboratórios acelerará a pesquisa.
Até o momento, cada um dos participantes desenvolvia sua vacina em seus respectivos centros em Moscou, São Petersburgo e Novosibirsk. Por volta de 500 portadores do HIV foram selecionados para participar dos testes de laboratório da vacina. Sidorovich afirmou que, até o momento, só uma vacina contra o HIV desenvolvida nos Estados Unidos e provada na Tailândia demonstrou sua efetividade relativa.
De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 33 milhões de pessoas estão infectadas com o HIV no mundo todo, das quais metade tem entre 15 e 24 anos. Além disso, acredita-se que o número de portadores de HIV aumenta em 2,7 milhões a cada ano. Na Rússia, o número de pessoas infectadas com o HIV cresce 10% cada ano e supera atualmente meio milhão.
Fonte: Revista Época 

Postagens mais visitadas deste blog

Lista de pessoas selecionadas atualizadas

No dia do Rock veja a lista dos roqueiros que assumiram sua HOMOSsexualidade

Edital de Seleção de Participante I Seminário Nacional de Jovens Lideranças para o Controle Social do SUS no âmbito do HIV/Aids