Diretor e roteirista de "Apenas Heróis" é vítima de homofobia

No domingo, 21 de novembro, o diretor e roteirista de "Apenas Heróis", Daniel Sena, foi vítima de violência homofóbica proxímo a sua residência, quando foi atacado por três homens que sairam de uma Saveiro estacionada numa alameda. Imediatamente os envolvidos, o renderam e o levaram para um matagal onde aos gritos de "viadinho", "gay de merda" e outras coisas, fizeram com que este comesse terra e bebesse um copo de gasolina - segundo os agressores, para limpar a boca. A todo instante gritavam se ele teria coragem de continuar a escrever e dirigir um trabalho assim e ameaçaram introduzir um pedaço de ferro em seu ânus, para que ele pudesse ver como era bom ser gay.
Toda a ação durou pouco mais de 10 minutos. Ajudado por um caminhoneiro que passava pelo local, ele foi para casa onde foi medicado e em seguida tomou as providências necessárias.Hoje, segunda-feira, 22 de novembro, pela manhã, ele foi ao hospital fazer exames especificos para assegurar a saúde. 
Agora calmo e tranquilo, ele pretende voltar suas atividades, no dia 24. Em que sociedade estamos vivendo? Que mau faz uma produção que só passa bons valores, que dá visibilidade a pessoas que trabalham e tem talento? Que não fere a ninguém? Qual direito estes jovens tem de ferir, agredir ou humilhar pessoas que levantam bandeiras de paz? A indignação é muita, mas a certeza de que a justiça de Deus é a mais correta de todas, esperamos, pois as dos homens, é dificil de confiar e acreditar - visto as dificuldades de se fazer um simples boletim de ocorrências. 

"Estou reunindo forças e coragem para continuar, isso é uma certeza," comenta Daniel, em relato a esta jornalista.
http://www.apenasherois.blogspot.com/
Rafaela Rodrigues - Jornalista

Postagens mais visitadas deste blog

Lista de pessoas selecionadas atualizadas

No dia do Rock veja a lista dos roqueiros que assumiram sua HOMOSsexualidade

Edital de Seleção de Participante I Seminário Nacional de Jovens Lideranças para o Controle Social do SUS no âmbito do HIV/Aids